Menu
RSS

De “bom dia” a “atacá-los”: homem foi detido na Palestina devido a tradução mal feita pelo Facebook

De “bom dia” a “atacá-los”: homem foi detido na Palestina devido a tradução mal feita pelo Facebook

Um homem foi detido na Palestina por uma tradução mal feita do Facebook a uma publicação sua. A frase dizia "bom dia", mas a rede social traduziu para "atacá-los". O Facebook reconheceu o erro.

Um homem foi detido na Palestina depois de o Facebook ter traduzido erradamente uma descrição a uma fotografia partilhada naquela rede social.

Tudo começou quando o homem em questão — um construtor civil da cidade de Beitar Illit, na Cisjordânia — partilhou uma fotografia no seu perfil de Facebook, acompanhada da descrição “yusbihuhum”, ou seja, “bom dia” em árabe. Na foto, o homem apresentava-se ao lado de uma escavadora, no local onde trabalhava. O problema foi o tradutor da rede social ter traduzido o inofensivo “bom dia” por um “atacá-los” em hebreu e “magoá-los” em inglês, conta o jornal israelita Haaretz.

Ora, a polícia rapidamente deteve o homem no mesmo dia, logo que foram notificados daquela publicação. As autoridades interrogaram-no por várias horas, isto porque suspeitavam de que o homem estaria a planear um ataque terrorista — como já ocorreu noutros ataques terroristas. Segundo o mesmo jornal, nenhum polícia viu a publicação antes de acontecer a detenção e o interrogatório.

O Facebook ter-se-á apercebido do erro e diz estar a tentar perceber qual foi o erro que levou a este engano no algorítmo do seu tradutor. Num pequeno esclarecimento ao Gizmodo, a empresa lembra que “embora as traduções estejam a melhorar a cada dia, erros como estes podem acontecer de tempos a tempos”, mas que “estão a ser tomadas medidas para resolver esta situação em particular”. O Facebook pediu ainda desculpa pelo transtorno causado e a publicação foi apagada pelo homem depois de ter sido libertado.

.
..
.
.
back to top

Recomendamos