Menu
RSS

Justiça brasileira determina que Google não mostre reportagens sobre dono da empresa Macon

Justiça brasileira determina que Google não mostre reportagens sobre dono da empresa Macon

Valdomiro Minoru Dondo, o polêmico empresário brasileiro dono da empresa de transporte MACON que obteve uma vitória sobre o Google na Justiça brasileira, acaba de levar a melhor pela segunda vez.

Em 2016, a google foi obrigada a remover três links do seu sistema de buscas. As reportagens apontam para as lucrativas relações de Minoru com o governo do ex-ditador de Angola, José Eduardo dos Santos, que ficou 38 anos no poder.

O Google conseguiu reverter a liminar, e os links voltaram ao site. Mas não por muito tempo: em março deste ano, a Justiça do Rio de Janeiro atendeu a um novo recurso do empresário, concordando que os textos ferem a sua honra.

Os textos voltaram a ficar inacessíveis no Google, sob pena de multa de U$ 1.500 por dia. O Google vai recorrer da decisão no Superior Tribunal de Justiça brasileira.

Leia as reportagens que a Justiça brasileira manda remover no Google:

Negócios de Valdomiro Minoru misturam o público e o privado

Valdomiro Minoru, o brasileiro sinônimo de poder em Angola

Nos jornais: - suspeita de fraude na Caixa pode causar perda de R$ 1 bi

globo/AO24

Last modified onSábado, 14 Abril 2018 21:39
..
..
back to top

Recomendamos