Menu
RSS

João Lourenço nomeia José Eduardo dos Santos para o Conselho da República

João Lourenço nomeia José Eduardo dos Santos para o Conselho da República

O Presidente da República de Angola, João Lourenço, nomeou esta quinta-feira os novos elementos do Conselho da República, em função da realização das eleições gerais angolanas de agosto, com a estreia de José Eduardo dos Santos, enquanto ex-chefe de Estado.

De acordo com informação da Casa Civil do Presidente da República, divulgada hoje, além de José Eduardo dos Santos, que foi chefe de Estado angolano entre 1979 e 2017, João Lourenço nomeou igualmente Paulo Kassoma, como representante do Movimento Popular Libertação de Angola (MPLA), partido no poder, naquele órgão consultivo.

 

As 10 entidades para integrarem o Conselho da República, órgão de natureza consultiva do Chefe de Estado.

Bornito de Sousa Baltazar Diogo – Vice-Presidente da República;

Fernando da Piedade Dias dos Santos – Presidente da Assembleia Nacional;

Manuel Miguel da Costa Aragão - Juiz Conselheiro Presidente do Tribunal Constitucional;

Hélder Fernando Pitta Groz - Procurador Geral da República;

José Eduardo dos Santos – Antigo Presidente da República;

António Paulo Kassoma – Representante do MPLA;

Isaías Henriques Ngola Samakuva – Presidente do partido UNITA;

Abel Epalanga Chivukuvuku – Presidente da Coligação CASA – CE;

Benedito Daniel – Presidente do partido PRS;

Lucas Benghy Ngonda – Presidente do partido FNLA;

 

Por outro lado, o Chefe de Estado angolano designou, também, outros 11 cidadãos, para integrarem o mesmo órgão, nomeadamente:

Adriano Botelho de Vasconcelos

Fernando Pacheco Augusto dos Santos

Francisco Magalhães Paiva

Ismael Mateus Sebastião

Luís Manuel da Fonseca Nunes

Manuel António Monteiro

Rei dos Baiacas

António Charles Muanaura Cabamba

Reverendo Luís Nguimbi

Rosa Maria Martins da Cruz e Silva

Sérgio Luther Rescova Joaquim

A indicação urge da necessidade de adequar a organização e funcionamento do Conselho da República, na sequência das eleições gerais e da tomada de posse do Presidente da República, do Vice-Presidente da República, bem como a investidura da Assembleia Nacional.

.
..
.
.
back to top

Recomendamos